Notícia

Educação | Assessoria de Imprensa
Capa / Notícia

Vestibular 2017: Unesp avança na inclusão

12/04/2017 - 15:52

Mais da metade dos ingressantes nos cursos da universidade são de escolas públicas

Foto: Internet

No contexto do seu Programa de Inclusão, através do Sistema de Reserva de Vagas para a Educação Básica Pública (SRVEBP), a Unesp estabeleceu como meta que, até 2018, 50% das matrículas em cada curso, tanto no diurno quanto no noturno, sejam ocupadas por alunos que cursaram integralmente o Ensino Médio em escolas públicas. O percentual de autodeclarados pretos, pardos e indígenas (PPIs) deverá ser, também, no mínimo, 35% das vagas reservadas, percentual verificado no censo demográfico realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2010 para a população do Estado de São Paulo. O Programa de Inclusão da Unesp prevê uma progressão no atingimento das metas. Em 2014, a meta era 15%; em 2015, era 25%; 35%, em 2016; 45%, em 2017, devendo atingir o objetivo de 50% em 2018.

Em fase de finalização do período de matrícula dos convocados para as vagas do vestibular 2017, com 98,19% das matrículas realizadas, é possível refletir sobre os dados consolidados. Dos 7322 matriculados, 3664 alunos, ou seja, 50,04%, correspondem a alunos provenientes do ensino público. Entre estes, 1345 (36,71% dos alunos das escolas públicas) são autodeclarados PPIs.

Os índices de matrícula mostram que a Unesp avançou significativamente, em termos de inclusão, tendo em 2017 superado a meta de 45% e atingido o  objetivo final projetado para 2018 de 50% de alunos provenientes de escolas públicas.

Ano

Ingressantes (geral)

Ingressantes escolas públicas

% de ingressantes escolas públicas

2014

7.253

2.953

40,7

2015

7.254

3.115

42,9

2016

7.327

3.417

46,6

2017

7.322

3.664

50,04

Fonte: Sistema de Gestão Acadêmica - Módulo Sisgrad - Pró-Reitoria de Graduação da Unesp

Compartilhar

Comentários